segunda-feira, novembro 20, 2006

ELEVA-ME

Faz-me subir alto, ver colinas e luzes suspensas pela paisagem, respirar fundo, leva-me alto. Eleva-me ao vôo dos pássaros e á altura de Deus. Eleva-me... eleva-me do fundo de onde as luzes parecem pequenos pontos verdes de esperança suspensa no ar. Eleva-me, delicia-me com o outro ar que se respira no cimo, e sacia-me com a paisagem que tens para me mostrar e que eu tenho para partilhar.
Pega-me nos braços, faz-me esvoaçar nesse teu elevar. Faz as minhas pernas tremer de entusiasmo e o coração bater de emoção. Eleva-me!


Lisboa - Baixa - Bienal Luzboa - Elevador de Santa Justa.